Marketplace X E-commerce, qual o melhor?

Marketplace X E-commerce, qual o melhor?

As vantagens de investir em vendas online, nós já falamos por aqui. Para que ainda não viu, confira em: Por que investir em um ecommerce? 

Agora, com certeza já leu ou ouviu falar nos dois termos: marketplace e e-commerce. Talvez, também tenha pensado que ambos são iguais, mas não é exatamente assim. Na prática, os dois modelos de plataforma são lojas online tradicionais. As marcas vendem os produtos por lá, sem nenhuma diferença. O que acontece é que o modo de funcionamento é bem diferente, só que nem sempre isso impacta o consumidor.

Porém caso você faça parte de um marketplace, você terá um espaço dentro de uma rede com várias outras lojas concorrentes ou não, com uma variedade de produtos. Entretanto, se você tiver um e-commerce, você terá o seu próprio site/plataforma e será responsável por toda a cadeia de vendas, desde a compra até a entrega dos produtos.

Em termos simples e com bases comparativas bem superficiais, um marketplace está para o shopping, assim como um e-commerce está para uma loja de rua. Entendeu a relação?

Muita calma, abaixo, analisamos as principais diferenças de cada plataforma:

E-commerce

Requer um investimento maior, por mais que seu e-commerce seja pequeno, o valor para ter sua própria loja virtual precisa ser considerado.

Sem dúvidas, precisará contabilizar o valor da mão de obra, estoque, logística/frete e demais detalhes.

Em contrapartida, não é cobrada taxas sob o valor de cada venda pela plataforma, logo a margem de lucro acaba sendo maior.

A maior preocupação de quem tem um e-commerce é o número de acessos, pois, se o público não conhece a sua loja, não haverá vendas e o negócio cairá. Para resolver esse problema, muitos usam ações de marketing digital para melhorar o posicionamento nos sites de vendas como o Google. (veja a publicação que fizemos sobre o assunto)

O grande benefício desta plataforma é a exclusividade da sua marca. Com um bom posicionamento, as chances de conversão em vendas das pessoas que acessam a sua loja virtual é maior, assim como a margem de lucro, que será única do vendedor.

Marketplace

Não necessita de muito capital inicial, apenas para criar um site e mantê-lo ativo dentro do marketplace, os custos de envios dos produtos ficam por conta da marca.

A mão de obra é menor nesses casos. Porém, há a cobrança de taxas que variam de plataforma para plataforma em cada venda concretizada, fazendo com que seu lucro seja menor ao final da compra.

Ao mesmo tempo em que, há várias outras lojas anunciando no site. Logo, a visibilidade é maior em termos de presença digital, o posicionamento é grande nos sites de busca e você não precisa se preocupar tanto com isso.

Marketplace comparativo

Concluindo, agora é hora de tirar um tempo para refletir. E-commerce ou Marketplace?  Avalie os benefícios e desvantagens de cada opção e defina o que é melhor para o seu negócio.

Deixe uma resposta